Audiência na ALERJ debate violações de Estado em Favelas

PAREM DE NOS MATAR!

Audiência na ALERJ debate violações de Estado em Favelas

Aconteceu na manhã desta quinta-feira (17), na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (ALERJ), a audiência pública “Mães e mulheres moradoras de Favelas para debater a Política de Segurança Pública no RJ”.

Foto: Vilma Ribeiro/ Voz das Comunidades

Exigindo medidas efetivas para barrar o genocídio do governo, moradores de diversas favelas e periferias da cidade, incluindo as comissões de Direitos Humanos, Trabalho e Habitação, Mulher, Discriminação e Educação se reuniram no Palácio Tiradentes, no Centro do Rio.

Foto: Vilma Ribeiro/ Voz das Comunidades
Foto: Vilma Ribeiro/ Voz das Comunidades
Foto: Vilma Ribeiro/ Voz das Comunidades

Presidentes de associações de moradores também marcaram presença. O presidentre da associação do Morro da Baiana, no Complexo do Alemão, Renato Rolim dos Santos, participou da audiência assim como Renato dos Santos, presiente na Alvorada/Itararé, Gabu do Loteamento da Castrol, Marquinhos Balão da Grotae Aglaé Gomes de Oliveira, presidenta da associação de moradores da Palmeiras. Um ônibus fez o transporte do Complexo do Alemão até o Palácio Tiradentes e Sebastião Francisco de Souza, morador da comunidade Nova Brasília também acompanhou a reunião.

Foto: Vilma Ribeiro/ Voz das Comunidades
Foto: Vilma Ribeiro/ Voz das Comunidades

#ParemDeNosMatar

Usando a hastag #PareDeNosMatar, familiares de vítimas fatais da gestão Witzel pediam justiça e respeito. Com o objetivo de lutar contra o genocídio do povo negro, de favelas e periferias, o Parem de Nos Matar é um movimento que busca se tornar um fórum permanente.

Deixe comentário