Batidão Cultural? Vem!!

12029173_931673803569585_1611885885_n

O “Batidão Cultural” é um evento que visa contribuir para a desconstrução de preconceitos e/ou estereótipos em relação ao Funk, além de promover esse estilo musical como manifestação cultural para os jovens da Zona Norte do Rio de Janeiro. O evento contará com uma exposição de fotografias sobre a história do Funk com show de abertura, debates, oficinas, exibição de filmes e um grande baile de encerramento.

O Funk como afirmação de território, o papel da mulher neste contexto predominantemente masculino, os dilemas e possibilidades deste mercado são algumas das questões que tomarão conta da Biblioteca Parque de Manguinhos e do Centro de Referência da Juventude nos dias 1, 2 e 3 de outubro 2015 com entrada franca.

Idealizado e produzido pelos estudantes do 3º ano do Curso Técnico em Eventos da Escola Técnica Estadual Adolpho Bloch (Rede FAETEC), entidade vinculada à Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro, como projeto de conclusão e prática da educação profissional através da Ventura Produções (laboratório / agência modelo), o projeto mostra a história por trás do ritmo e discute temas que são destaque na atualidade para este mercado.

O evento tem como parceiros a Secretaria de Estado de Cultura, a Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude do Rio de Janeiro e o IDG (Instituto de Desenvolvimento e Gestão).

Contatos:
Ventura Produções: (21) 2334-1737
Facebook: Batidão Cultural
E-mail: [email protected]

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]