Bolsa Família 2020: Confira o calendário e quem tem direito ao benefício

bolsafamília

O Bolsa Família é um programa de incentivo social, cujo objetivo é ajudar as famílias em situações de pobreza a terem uma vida mais digna. Criado em 2003 pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o auxílio nasceu após a união de outros benefícios que eram distribuídos para a população. O benefício atende as famílias que estão inscritas no programa que é feita através do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

CALENDÁRIO 2020 DO BOLSA FAMÍLIA:

O calendário do benefício é divulgado anualmente pela Caixa Econômica Federal e as famílias podem conferir de acordo com o último digito do número NIS as datas marcadas para a retirada do valor do auxílio. O número do NIS é encontrado no cartão do benefício ou no cartão cidadão e o beneficiário tem até 90 dias após data inicial marcada no calendário para sacar o Bolsa Família. Confira abaixo o calendário de 2020:

QUEM TEM DIREITO AO BENEFÍCIO?

Para ter direito ao Bolsa Família é necessário que as pessoas comprovem que vivem nas situações abaixo:

  • Situação de pobreza: Famílias que possuem uma renda mensal por pessoa que não ultrapassa R$ 89,00.
  • Situação de Extrema Pobreza: Famílias que possuem uma renda mensal por pessoa entre os valores: R$89,01 e R$ 178,00. Para estar nessa categoria a família também deve incluir menores de idade ou mulheres grávidas.

Somente as família que estão nas situações acima poderão obter o benefício do Bolsa Família.

COMO FAZER O CADASTRO NO BOLSA FAMÍLIA?

As famílias precisam fazer o Cadastro Único, que também é conhecido como CadÚnico. Esse cadastro é uma base de dados na qual ficam registradas as informações das famílias. Desta forma, esses dados permitem que os programas sociais, como o Bolsa Família, possam identificar e atender as famílias que vivem em situação de pobreza.

Para fazer o Cadastro Única, o chefe da família precisa procurar o CRAS de sua região com a sua documentação e de sua família. Os documentos necessários são:

  • Comprovante de Residência;
  • Identidade e CPF;
  • Certidão de Nascimento dos menores;
  • Título de eleitor dos membros da família;
  • Carteira de Trabalho e contracheque ou holerite;
  • Certidão de Casamentos (Se aplicável);
  • Certidão Negativa do INSS.

É importante que o chefe da família se atente a levar todos os documentos de forma correta. Em caso de falta do CPF de algum integrante da família, por exemplo, não será possível dar seguimento ao cadastro.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]