Central Única das Favelas (CUFA) está com vagas abertas para curso gratuito de roteirista

image

Inscrições encerram na próxima sexta-feira, dia 30 de junho

A Central Única das Favelas (CUFA) está com vagas abertas para moradores de favelas para curso gratuito de roteiro. As inscrições acabam na próxima sexta-feira, dia 30 de junho. Os interessados devem mandar um e-mail para [email protected] . As aulas acontecerão sempre aos sábados, do dia 12 de agosto à 2 de setembro, de 10h às 12h30, no Espaço Cufa, na Rua Francisco Batista, número 2. (Embaixo do Viaduto Negrão de Lima)

No comando das aulas, Manuela Dias, roteirista de séries como “Justiça” e “Ligações Perigosas”, ambas da TV Globo. Na coordenação do curso, Anderson Quack, produtor do filme “Falcão- Meninos do Tráfico”, que recebeu o prêmio Vladmir Herzog de melhor documentário de TV em 2006. Segundo Quack, a ideia do curso é oferecer a oportunidade para quem quer fazer o curso de roteiro mas nunca teve acesso. “O objetivo do curso é dar oportunidade a jovens moradores de favelas que já se interessam por dramaturgia, por roteiro, mas nunca puderam estar em uma sala de aula se desenvolvendo”.

Pra quem nunca escreveu roteiro, o coordenador sugere que o interessado faça um rascunho, para que o curso possa “proporcionar uma especialização a partir do desenvolvimento de si próprio, ou seja, do seu próprio roteiro” e enviar no email da inscrição. Pode ser em qualquer formato qualquer formato, como televisão, cinema ou teatro.

 

Serviço:

O que?
Curso para moradores de favelas de roteirista.
Quando?
Sábados, de 12 de agosto à 2 de setembro, sempre de 10h às 12h30.
Onde?
Espaço CUFA – Rua Francisco Batista, número 2. (Embaixo do Viaduto Negrão de Lima).

Como faço para me inscrever?
Mandando e-mail para [email protected] até sexta-feira, dia 30 de junho.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]