Confira dicas para quem quer abrir o próprio negócio

1425413900444

Empreendedorismo: Cinco dúvidas comuns

Ter o próprio negócio já é a realidade de muitos favelados no Brasil. Mas muitos querem abrir a sua loja mas ainda tem dúvidas.  Por isso, Ivan Primos Bornes, fundador de uma empresa especializada na venda de produtos para preparo de refeições, como massas e risotos, que começou com uma loja pequena e hoje tem 9 unidades especializadas pelo país, listou para o Blog do Empreendedor algumas dicas para quem está começando. Confira abaixo:

É possível ganhar mais dinheiro começando o próprio negócio e abandonando o emprego atual?

O ganho irá variar de acordo com o sucesso do negócio. O ganho irá variar de acordo com o sucesso do negócio, por exemplo, ao total de 5 anos de crescimento da empresa, o rendimento pode equivaler a 20 anos de salário do atual cargo. Porém, caso algo dê errado, a perda também pode ser grande. É importante levar em consideração que toda a despesa ficará a cargo do empreendedor, que muitas vezes pode perder a poupança ou ser obrigado a vender o próprio patrimônio.

Qual a maior dificuldade depois de abrir a empresa?

Alcançar as pessoas. 60% dos negócios não sobrevivem mais que 5 anos no mercado. O alvo principal do empreendimento são os clientes, por isso é importante que exista divulgação para o público alvo e uma estratégia de marketing para conseguir aumentar o número de consumidores do produto ou serviço. A dica é aliar qualidade e facilidade, utilizando meios de comunicação com linguagem fácil e com baixo custo.

Empreender é mais fácil que ser um trabalhador comum?

É preciso ter olhar crítico para as duas profissões. Ser empreendedor não é um paraíso, assim como qualquer outro cargo, envolve prós e contras. Administrando a própria empresa pode envolver muitas tarefas e às vezes sendo realizadas ao mesmo tempo. É importante considerar que no começo, com o capital baixo, não será possível contratar profissionais para cuidar de cada setor da empresa, como financeiro, RH, produção, limpeza e sindical. Existem cursos destinados para o ramo, que podem auxiliar quem deseja dar o primeiro passo para ser empreendedor.

Irei trabalhar menos ditando a minha própria rotina de trabalho?

Para alcançar o sucesso será preciso abrir mão de muitas coisas, entre elas o tempo. Será preciso uma boa dose de dedicação e disponibilidade de tempo para concretizar as metas para o negócio, principalmente na fase inicial. A dica é procurar trabalhar com algo que realmente gosta, desta forma a saúde mental não ficará tão abalada e o impacto do cansaço não será tão grande. No final, o resultado será super enriquecedor.

A proximidade com a aposentadoria pode trazer a vontade de ter outras opções de vida. Empreendedorismo combina com liberdade?

A liberdade é a possibilidade de construir uma empresa baseada naquilo que gosta e acredita. Unindo seus valores éticos e a satisfação de ver o que admira sair do papel e ganhar vida. Porém, para isto acontecer, será necessário assumir responsabilidades e ter total dedicação, uma vez que sendo o próprio chefe, não existirá uma pessoa cobrando seus resultados, apenas o próprio empreendedor. Para tudo existe um preço, por isso lidar com disciplina, principalmente em relação a horários, é primordial para o sucesso do negócio.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]