Dinny da Vila faz live no Morro dos Macacos neste sábado (27)

Evento virtual começa às 17h e vai até as 20h. Compositor da Vila Isabel quer levar lazer e entretenimento para a comunidade nesse momento de isolamento social
Dinny da Vila 2

Edisom José da Silva, conhecido como Dinny da Vila, faz uma live amanhã (27) diretamente de uma laje do Morro dos Macacos, na zona Norte do Rio. A ação é uma iniciativa de levar um momento de lazer virtual e entretenimento para a comunidade em tempos de isolamento social. 

O músico, que também é compositor da Unidos de Vila Isabel, já gravou com Martinho da Vila e é parceiro de Xande de Pilares, Gilson Bernini e Brasil do Quintal. Ele conta que o objetivo é mostrar para o mundo o Morro dos Macacos e os artistas que saem de lá. 

Projeto Viraliza.Art reúne trabalhos de artistas para exposição virtual 

A live vai de 17h às 20h e vai contar com a participação de outros músicos, incluindo o cantor Henrique, do grupo Alô Som, e DJ Bruninho, que também são da comunidade. “Esse evento é uma forma de mostrar para a minha comunidade o quanto foi importante ter nascido e me criado lá”, destaca Dinny da Vila.

Dinny garante que o repertório vai ser de muito samba, passando por músicas de Martinho, Zeca Pagodinho, Jorge Aragão, Fundo de Quintal, além, é claro, de composições autorais. Você pode assistir à apresentação pelo YouTube, no canal Dinny da Vila. E você pode seguir o músico no Instagram pelo mesmo nome artístico. 

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]