Economia Colaborativa: renda extra em tempos de crise

economiacolaborativa22

Com a crise que se abate sobre o país, pagar as contas no final do mês tem se tornado uma tarefa cada dia mais difícil. Manter a casa e o carro ficou ainda mais desafiador. Sorte nossa, a tecnologia pode nos dar uma mãozinha para complementar a renda através de aplicativos que se baseiam na chamada “economia colaborativa”.

Sabe aquele quarto que fica vazio na sua casa, só ocupando espaço e acumulando poeira? Ou, se você tem carro, quanto tempo ele fica parado na garagem, sem ninguém usar? Baseando-se no princípio de que há uma forma melhor de aproveitar o potencial dessas comodidades ociosas, a “economia colaborativa” ou “economia compartilhada” vem com a brilhante ideia de usar a tecnologia para fazer negócios entre as pessoas, promovendo lucro e economia de gastos, e ainda por cima sendo sustentável. E o melhor: o campo é mais amplo do que você imagina.

economia-colaborativa2

O aplicativo Fleety permite que você tenha uma renda extra ao alugar o carro que passaria o dia estacionado em casa ou no escritório, conectando os donos dos veículos aos interessados no aluguel. Os serviços Airbnb e CouchSurfing, por sua vez, permitem que você alugue aquele quarto da sua casa que fica sempre vazio –ou ainda a casa inteira, quando a família estiver viajando.

O número de possibilidades que a economia compartilhada proporciona parece não ter fim. O aplicativo DogHero permite que gente que gosta de animais receba e cuide dos bichos de estimação dos outros usuários quando estes estiverem viajando –e, claro, seja pago por isso. Já o aplicativo Bikoo permite que usuários ganhem dinheiro fazendo entregas para outros. É simples: alguém que mora perto de você precisa entregar um objeto num local próximo de onde você trabalha; para que ele não precise ir até lá, ele te paga e você faz a entrega por ele. Você pode cadastrar o percurso que você fará no dia seguinte, e os interessados te procuram pela própria plataforma. Simples, criativo, eficaz e, o mais importante, paga bem.

consumo-colaborativocc-990x376

Agora, saindo da perspectiva de ganhar dinheiro e focando na economia de gastos, outro fator importante em tempos de crise, o aplicativo Tem Açúcar é uma plataforma de empréstimo de objetos entre vizinhos, evitando o gasto financeiro na compra dos mesmos. Por exemplo, se você precisa de uma furadeira para fazer dois buraquinhos na parede, ao invés de comprar o produto para fazer apenas esse pequeno serviço e depois passar o resto da vida empoeirando a prateleira, você pode simplesmente pegar uma emprestada de alguém que mora perto, resolver seu problema, e, em pouco tempo, devolvê-la. Simples, mas genial.

Com a economia colaborativa, todos passam a ter em mãos opções práticas e recompensadoras, seja para ajudar a pagar as contas no fim do mês, seja para ganhar aquela grana extra pra viajar, ou para simplesmente ajudar a construir um mundo mais solidário para todos.

AUTOR:

Jose_octavio_colunistafixo-2

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]