Estão abertas 3,5 mil vagas em cursos gratuitos de tecnologia e empreendedorismo nas Naves do Conhecimento

Os interessados devem acessar o site da Nave do Conhecimento e ver as opções disponíveis de acordo com a sua localidade
Foto: Tamires Santos
Foto: Tamires Santos

As Naves do Conhecimento abriram 3500 vagas em cursos e oficinas de tecnologia e empreendedorismo no município do Rio. A iniciativa é gratuita e as aulas acontecerão no formato presencial e online. As atividades pretendem capacitar jovens e adultos.

Entre os temas, serão ofertadas vagas nos cursos de Informática Básica, Social Media, Robótica com legom Desenvolvimento de Jogos, entre outros. Visando também atender àqueles que querem se dedicar ao empreendedorismo ou a entender como se monta um currículo, é possivel também se candidatar para aulas de Fotografia de Produto, Mercado de Trabalho, Currículo e Entrevista e Aprimorando a Identidade Visual do seu Negócio.

Alunos durante cursos oferecidos pelas Naves
Foto: Patrícia Dantas

“Os cursos de tecnologia oferecidos pelas Naves do Conhecimento são uma opção para quem pretende alavancar a carreira profissional”, diz a Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia.

No Rio, existem nove unidades da Nave do conhecimento e são elas: Nova Brasília, Santa Cruz, Vila Aliança, Madureira, Engenho de Dentro, Irajá, Padre Miguel, Triagem e Penha. As pessoas devem acessar o site e ver quais as opções de curso há em cada localidade.

Para ter acesso ao cronograma completo das atividades e fazer a inscrição, basta acessar o site (www.navedoconhecimento.rio)

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]