Exibição do documentário “Copa pra Alemão Ver”

FAVELADOC1
O filme nasceu durante a realização da Copa do Mundo de futebol em 2014, quando seis jovens do Complexo do Alemão receberam aulas de filmagem e edição para registrar os impactos da competição internacional no dia-a-dia das favelas e também na cidade do Rio de Janeiro, palco da final do evento.
A ideia do documentário surgiu após o encontro entre o grupo Raízes do Movimento e uma instituição belga, que culminou num trabalho de quatros meses. O filme foi concebido para ser uma espécie de porta voz das classes menos favorecidas mediante à grandiosidade do evento esportivo e o elo do governo, inclusive com significativos financiamentos com dinheiro público. Outra preocupação era mostrar uma realidade que, segundo os idealizadores, pouco espaço ocupa na mídia tradicional.
Depois de pronto, o filme já teve lançamento na Bélgica, no próprio Complexo do Alemão e em outras partes da Cidade do Rio do Janeiro.
O documentário será exibido no Festival Visões Periféricas, nesta quinta-feira, às 17h.
O Festival acontece no Centro Cultural da Justiça Federal, no Centro. A entrada é franca.
Assista aqui ao trailer do documentário: https://www.youtube.com/watch?v=-1l54ZgShRg
Texto adaptado do blog: rlandim.wix.com

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]