Exposição Fotográfica de Bruno Itan revela belezas do Complexo

Fotógrafo e morador do Alemão, Bruno Itan mostra através de imagens do cotidiano e paisagens incríveis e o que há de mais bonito dentro da favela
crianças brincando. Foto: Bruno Itan/Olhar Complexo

As peças estarão expostas até amanhã (08/06) na UniSuam

Bruno e sua família vieram de Recife, onde o jovem nasceu, em busca de melhores oportunidades. No Alemão ele participou do curso de fotografia Memórias do PAC (Programa de Aceleração de Crescimento) em 2008, quando suas fotos foram expostas no Parque Lage, na zona sul do Rio. O artista foi colaborador na fundação do projeto Foto Clube Alemão que tem como objetivo retratar o dia a dia na favela e mais uma vez seus registros foram parar numa exposição, essa, na inauguração do Teleférico do Alemão, onde seu talento foi reconhecido pelas mídias internacionais e chamou a atenção da então presidente do Brasil, Dilma Roussef. Após isso, Bruno começou a trabalhar como fotógrafo oficial do Governo do Estado do Rio de Janeiro, função que desempenhou de 2011 a 2016

No ano de 2017 o artista fundou o projeto “Olhar Complexo”  que ensina crianças, jovens e adultos noções básicas de fotografia, estimulando a prática de documentar o cotidiano da comunidade. O artista trás o conceito de dar visibilidade ao que há de melhor na favela e quebrar a visão preconceituosa que muitos na sociedade têm sobre esse território. A mais nova exposição fotográfica de Bruno Itan, que leva o nome do seu projeto, “Olhar Complexo” mostra através de imagens que, além de lidar com a realidade da pobreza e a violência, nas favelas ainda imperam também o amor, afeto, solidariedade, amizade e belos cenários que ninguém encontra em outro lugar do Rio.

A exposição está na Unisuam de Bonsucesso que fica na Av. Paris, 84, onde você irá encontrar as obras expostas no corredor do auditório Sylvia Bisaggio, que é o principal auditório da unidade, outra parte também está visível no Hall de entrada do auditório Amarina Motta. A exibição acontece de 8 da manhã às 22 horas e a entrada é livre para quem quiser aparecer. As peças estarão expostas até o sábado (08/06), então não deixe de conferir.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]