Famílias retiradas de terrenos no Alemão podem receber moradias prometidas

image_gallery

Após mais de 8 anos de espera, pode chegar ao fim a luta para as centenas de pessoas que foram retiradas dos terrenos da Skol, Itapemirim e Franco, no Complexo do Alemão. O dossiê com o pedido para dar início a construção dos apartamentos do “Minha Casa Minha Vida” foi encaminhado para a Caixa Econômica Federal e está em fase de aguardo de licença e autorização da prefeitura.

As empresas ganhadoras foram a Dimensional, que será responsável pela construção de 450 apartamentos no terreno da Itapemirim e a RDR, que tem o controle da criação de 524 moradias nos terrenos da Skol e Franco, que atualmente estão servindo como depósito de entulho. As famílias foram removidas em 2010 a pedido de Luiz Fernando Pezão, vice governador na época.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]