Febril: Assista o espetáculo de graça hoje no Circo Crescer e Viver

Circo CRESCER E VIVER
Circo CRESCER E VIVER

Domingão esperto e a boa de hoje é curtir o espetáculo “Febril”, que tem a direção de Luis Igreja e é a sétima produção do Circo CRESCER E VIVER! Como você já sabe, é só chegar! De quinta a sábado, 20h e domingos, às 19h. Mas chegue uma horinha antes assim você pega sua senha GRATUITA e troca uma ideia com os amigos. Os artistas de “Febril” se formaram no picadeiro do Circo CRESCER E VIVER, através do PROFAC, que aliás está com as inscrições abertas!
SERVIÇO:

FEBRIL

Temporada: 31 de outubro a 23 de novembro, de quinta a domingo

Local: CIRCO CRESCER E VIVER

Endereço: Rua Carmo Neto, nº 143, Cidade Nova – ao lado do Metrô Praça Onze – Rio de Janeiro (RJ)

Horário: Quinta a Sábado (20 horas) e Domingo (19 horas)

Entrada gratuita (retirada de ingresso uma hora antes)

Classificação: Livre

Capacidade: 240 lugares

Duração: 90 minutos com intervalo

Veja também:

Galeria de Personagens 1

Sinopse de “Febril”

Informações gerais sobre “Febril”

Confira o Press Release de “Febril!

O Circo Crescer e Viver tem Patrocínio do Governo do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Cultura, da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro, da Petrobras, da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, da Secretaria Municipal de Cultura, do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), da Wartsila e apoio da ABC Trust. Coral Tintas e Capézio também são apoiadores do espetáculo Febril. Realização: Circo Crescer e Viver.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]