Fiocruz abre 30 vagas para curso gratuito de cuidador de idosos

fiocruz-1

A Fiocruz abriu 30 vagas para o curso de formação de Cuidado à pessoa idosa. Os trabalhadores serão treinados para lidar atuar junto a idosos, na rede de serviços, na família e na comunidade. As inscrições vão até o dia 3 de agosto e serão voltadas para pessoas que tenham ensino fundamental completo e maiores de 18 anos.

O curso terá carga Horária de 240 horas, com aulas às quartas e sextas, das 8 às 17h e será dividido em duas fases. Na primeira fase, os conhecimentos básicos sobre envelhecimento e cuidado serão dados através de aulas teóricas, oficinas e visitas as instituições. Na segunda fase, os alunos farão estágio curricular para aplicar o que foi aprendido durante o percurso do treinamento.

Os candidatos deverão preencher o formulário de inscrição no link e entregá-lo impresso e assinado na secretaria da Escola politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, na FioCruz. Em conjunto com o formulário, os interessados têm que levar uma carta de apresentação da instituição, se for funcionário da Fiocruz, cópias do certificado do ensino fundamental, identidade, CPF, comprovante de residência e duas fotos 3×4.

Os inscritos terão que aguardar a análise dos documentos e a divulgação do calendário de entrevistas para seleção. O resultado final sai no dia 17 de agosto.

O endereço para acompanhamento do processo seletivo é feito através do site.

A Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio fica na Avenida Brasil, número 4365, em Manguinhos.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]