A importância de investir no esporte para a nossa sociedade

13697175_1172997809417800_271582310170002212_n

Vivemos um momento especial para o esporte no Brasil, acabamos de realizar os Jogos Olímpicos e agora tem os Jogos ParaOlímpicos. Nosso país mostrou seus grandes atletas ao mundo, atletas que começaram em condições extremamente precárias em suas comunidades, mas que não se abateram e seguiram firme no caminho do esporte. Por atletas como Rafaela Silva, Robson Conceição e Thiago Braz, não podemos definir o esporte com um único conceito.

13307316_1136994843018097_6492071170726944431_n

A prática esportiva no contexto atual vem ganhando diversas formas, modalidades e, principalmente, sua finalidade tem sido ampliada. São efetivos os acréscimos que o esporte traz para a sociedade, e isso se deve aos diversos benefícios que estão vinculados a sua prática. É preciso ressaltar também a relevância do esporte na vivência de valores necessários para o convívio em sociedade como a tolerância, a inclusão e o respeito.

Entretanto em muitos centros urbanos as práticas esportivas estão cada vez mais raras, por diversos fatores, mas esta realidade não podemos culpar as pessoas e sim a ausência de incentivo ao esporte por parte do poder público. Com um olhar mais atento, podemos considerar o esporte como uma das principais ferramentas de transformação social, sobretudo aos jovens.

Uma cidade que é exemplo de investimento em políticas públicas no esporte é São José – SC. A cidade passou por uma verdadeira revolução desde 2013, a partir deste ano a cidade começou obter expressivos resultados a nível estadual e nacional. Nos dias de hoje, atletas da região e de outros municípios já procuram as equipes de São José para compor e representar, tornando a cidade uma das maiores potências esportivas em Santa Catarina.

logobolsa_jpg-1024x724

Em São José um dos maiores incentivos aos atletas de rendimento é o Bolsa Atleta, uma iniciativa da atual prefeita Adeliana Dal Pont em conjunto com o relator da lei na câmara de vereadores Orvino Coelho De Ávila. O público-alvo são atletas que representam a cidade de São José e obtêm boas performances em competições estaduais, tendo valores variados com determinada competição.

Uma das atletas beneficiadas é Micaela Mello, 16 anos, que treina há mais de 10 anos e conta com o incentivo do Bolsa Atleta para representar São José nas competições. Neste ano a atleta viajou para Turquia disputar o campeonato mundial Gymnasiade, na prova de 100 metros com barreira, onde se sagrou a campeã.

Em São José, com um investimento de meio milhão de reais, 70 atletas recebem o fomento do Bolsa Atleta para seguirem firmem nos seus treinos. “O Bolsa Atleta hoje me ajuda de muitas formas. Com ele hoje posso comprar minhas coisas para o treino e pessoais, posso ajudar em casa, sem precisar que minha mãe queira que eu trabalhe” informa Micaela sobre a importância do Bolsa Atleta.

Mas não é só no esporte de rendimento que São José se destaca. Levando o esporte como forma social, a partir de 2013 a Fundação de Esportes de São José desenvolveu e ampliou os convênios com entidades esportivas do município, com critérios legítimos democratizou a distribuição de verbas para cada projeto, aumentando demasiadamente o número de jovens praticando diversas modalidades oferecidas de forma gratuita.

Portanto, com o incentivo e o investimento realizado pela prefeitura de São José no esporte a cidade promete revelar futuros grandes atletas para o cenário nacional. Assim como Micaela, na cidade há milhares de outros jovens que já buscam o sonho de seguir uma carreira profissional no esporte. Entretanto, se a vida acabar por não levar para essa carreira é incontestável o aprendizado que o esporte leva para os jovens, onde aprendem a respeitar regras, lidar com a vitória e a frustação, além de uma vida mais saudável.

Leia também: O PREÇO DE UM SONHO: a realidade de viver longe de casa pelo esporte http://bit.ly/2bfBk1Y

 

cryslan_novaimagem-colunista

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]