Inscrições abertas! Curso de capacitação de TI para atuação nas Olimpíadas

Tecnicos-Cidade-Olimpica
Estão abertas as inscrições para o programa “Técnicos Cidade Olímpica” de capacitação e treinamento de 750 profissionais na área de tecnologia nas oito Naves do Conhecimento. O programa visa capacitar técnicos em tecnologia de rede que terão oportunidade de participarem de seleção para trabalhar durante as Olimpíadas e Paralimpíadas de 2016. As exigências são ter mais de 18 anos e possuir o segundo grau completo. Inscrições pelo endereço virtual:

O “Técnicos Cidade Olímpica” está incluído no Programa “Abraça Rio 2016” e promoverá capacitação profissional, empregabilidade e geração de renda na área de tecnologia a jovens de comunidades cariocas para atuarem nos dois eventos esportivos. O programa é uma iniciativa da Secretaria de Ciência e Tecnologia da Cidade do Rio de Janeiro (SECT), em parceria com as empresas Cisco e Embratel. “A parceria contribuirá com a geração de um legado social e tecnológico concreto e duradouro para a cidade do Rio de Janeiro após os Jogos”, afirma o secretário de C & T, Franklin Coelho.

Durante a formação serão oferecidos os cursos CCNA 1 e CCNA 2 da Certificação em Rede da Networking Academy da Cisco e o curso de “EnglishWorks Tecnologia”, ministrado pela Sequoia Foundation. Depois de aprovados, eles iniciarão o Módulo Olímpico, no qual a Embratel oferecerá um treinamento durante os eventos-testes para as duas competições. Os aprovados terão a oportunidade de concorrer à seleção de profissionais realizadas pelas empresas patrocinadoras da Rio 2016.

O programa “Técnicos Cidade Olímpica” constitui o primeiro passo para a consolidação de um legado de Tecnologia e Inovação nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Como parte dele, foram formados 26 multiplicadores que receberam das mãos do medalhista olímpico Flávio Canto, na semana passada, certificados dos cursos realizados e ingressos para assistirem as competições esportivas no ano que vem.

Os 26 monitores foram selecionados nas oito Naves do Conhecimento situadas nas zonas Norte e Oeste da cidade e durante 6 meses foram capacitados no curso Cisco Cerfified Network Associate (CCNA), focado na tomada de decisões e na solução de problemas em um ambiente de rede. Estes monitores que vão capacitar os 750 futuros técnicos, com aulas teóricas e práticas nas oito Naves do Conhecimento.

Ainda integrando este caminho de construção do legado Olímpico de TI, foi inaugurado, no último dia 15, a sala 3.0 da Cisco na Nave do Conhecimento de Triagem, constituindo-se no maior hubde treinamento da Cisco Network Academy . Equipado com sistema de telepresença, implantada também nas Naves de Madureira, Padre Miguel e Nova Brasilia, esta estrutura tecnológica dará suporte a formação on-line e presencial dos técnicos “Cidade Olímpica” e para programas de capacitação das Naves do Conhecimento.

A parceria da Secretaria de Ciência e Tecnologia com a Cisco, patrocinadora dos eventos olímpicos, também contempla a criação de espaços multiusos equipados com as mais modernas tecnologias de colaboração, em cinco Naves do Conhecimento, localizadas em Triagem, Madureira, Padre Miguel, Complexo do Alemão e a Nave “Cidade Olímpica”, a ser inaugurada ao lado do Estádio Olímpico do Engenhão. Estes espaços também podem ser utilizados para a realização de eventos, tais como palestras e sessões de colaboração à distância com especialistas de todo o mundo e de todas as áreas do conhecimento. Para inscrições no programa “Técnicos Cidade Olímpica”, acesse:

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]