Instituto PROA oferece três mil vagas para capacitação profissional de jovens de baixa renda

O objetivo é disseminar e proporcionar capacitação profissional, comportamental e preparar para o mercado de trabalho

Instituto PROA oferece três mil vagas para capacitação profissional de jovens de baixa renda

Foto: Guto Garrote

O Instituto PROA, ONG que cria oportunidades de desenvolvimento e empregabilidade para jovens de baixa renda, acaba de chegar ao Rio de Janeiro. O instituto visa oferecer aos jovens, entre 17 e 22 anos de idade, de baixa renda, que concluíram o Ensino Médio em escolas públicas ( e buscam seu primeiro emprego), oportunidade de se aperfeiçoarem para o mercado de trabalho de forma gratuita. As inscrições estão abertas até o dia 2 de julho. A plataforma online oferece 100 horas de aula, com orientação e apoio de tutores em encontros semanais ao vivo.

Foto: Guto Garrote

Desde 2007, a ONG paulista tem como objetivo preparar os jovens para o mercado de trabalho dentro de temas importantes para uma boa carreira profissional, com temas como autoconhecimento, Planejamento de Carreira, Projeto de Vida, Raciocínio Lógico, Comunicação e Trilha Técnica. Ao final, os alunos que concluírem estarão com uma boa base para participarem de processos seletivos para vagas de posições de início de carreira e primeiro emprego. Todos receberão certificado de conclusão emitido pelo PROA. As aulas serão transmitidas através da plataforma da ONG no dia 5 de julho.

“Nossa meta é contribuir para que os jovens tenham oportunidades de trabalho e estejam preparados para iniciar a carreira profissional. Segundo dados divulgados recentes pelo IBGE, o desemprego entre os jovens de 18 a 24 anos ficou em 31,4% no 3º trimestre de 2020. É o maior índice já registrado. A falta de experiência e oportunidades de estudo, aliado ao cenário da pandemia, faz com que os jovens sofram mais com o desemprego. Por isso, todo esforço e dedicação para ajudar esse jovem é válido. Acreditamos que quanto mais cedo esse jovem tenha contato com habilidades que ainda não foram desenvolvidas ou que precisam ser aprimoradas, mais chances eles terão de ser bem-sucedidos profissionalmente, independentemente do que eles queiram fazer”, afirma Alini Dal’Magro, CEO do Instituto PROA.

A iniciativa conta com a parceria da Procter&Gamble, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Institucionais (SEDEERI) e da Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (CODIN RJ).

Para se inscrever ou mais informações basta acessar este site.