Mão na Massa abre 140 vagas para cursos gratuitos na Construção Civil

Com inscrições abertas do dia 13 à 15 de abril, o projeto Mão na Massa, que é pioneiro em qualificação profissional para mulheres, no setor da Construção Civil, oferece 140 vagas para mulheres que queiram fazer cursos em áreas da Construção Civil. As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas na sede do projeto, localizado na Rua Ana Néri, 1422, Rocha.

É necessário comparecer de 8h às 12h, apresentando o original e a cópia da carteira de identidade, do CPF e do comprovante de residência. Uma entrevista será feita.

Para participar, é necessário ser mulheres de baixa renda, ter entre 18 e 45 anos e ter cursado pelo menos 5º ano do Ensino Fundamental. Há vagas são destinadas para cursos de pedreira, pintora, eletricista e encanadora. As aulas começam ainda este mês e haverá turmas para o período da manhã e tarde.

As aulas acontecerão num período de dois meses de aulas teóricas, dois meses em prática no canteiro escola e dois meses de prática supervisionadas por engenheira e técnica de edificações. Os três últimos meses são cobertos com bolsa-auxílio no valor de R$ 200,00.

As participantes recebem vestuário profissional e equipamento de proteção individual, lanche, vale-transporte e kit de ferramentas como forma de incentivo para o ingresso no mercado profissional.

Ao final do curso, as operárias são certificadas pelo Senai e podem ingressar no mercado de trabalho como meio oficial, cargo acima do de servente de obra. O projeto é patrocinado pela Petrobras.

Informações: (21) 3147-5100 e e-mail: [email protected]

Mão na Massa – Mulheres na Construção Civil
Inscrições: 13, 14 e 15 de abril, de 8h às 12h
Documentos: carteira de identidade, CPF e comprovante de residência (originais e cópias)
Onde: Sede do Projeto Mão na Massa
Local: Rua Ana Néri, 1422, Rocha (próximo à estação de trem de São Francisco Xavier e do metrô de Triagem)
Informações: (21) 3147-5100
E-mail: [email protected]

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]