Marcelo Crivella anuncia reabertura gradativa a partir de hoje (02); veja o que será permitido

RJ - COLETIVA-CRIVELLA - GERAL - O prefeito Marcelo Crivella concede coletiva de imprensa, no Riocentro no Rio de Janeiro (RJ), nesta segunda-feira (25). Dentre os assuntos pautados estavam a possbilidade de liberação de clubes de futebol, onde foi acordado com os mesmos que a abetura se dará em junho, ficando funcionando apenas os serviços de fisioterapia dos clubes, e a possibilidade de abertura de algumas atividades comerciais conforme a curva da pandemia da Covid-19, do novo coronavírus, diminua. 25/05/2020 - Foto: SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
RJ - COLETIVA-CRIVELLA - GERAL - O prefeito Marcelo Crivella concede coletiva de imprensa, no Riocentro no Rio de Janeiro (RJ), nesta segunda-feira (25). Dentre os assuntos pautados estavam a possbilidade de liberação de clubes de futebol, onde foi acordado com os mesmos que a abetura se dará em junho, ficando funcionando apenas os serviços de fisioterapia dos clubes, e a possibilidade de abertura de algumas atividades comerciais conforme a curva da pandemia da Covid-19, do novo coronavírus, diminua. 25/05/2020 - Foto: SAULO ANGELO/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Nessa segunda-feira (01/06), a prefeitura da cidade do Rio de Janeiro anunciou a reabertura gradativa a partir de hoje (02), terça-feira. As lojas de decoração e concessionárias poderão reabrir; atividade no calçadão e celebrações em igrejas também serão liberadas. O prefeito, Marcelo Crivella, disse que cidade deve voltar ao “novo normal” em agosto.

A reabertura será dividida e organizada em seis fases, com previsão de duração de 15 dias cada, começando nesta terça-feira. A medida, segundo o prefeito, se manterá caso a curva de contaminações e mortes por covid-19 permaneça estável. Ele ressaltou ainda que isso vai acontecer se não houver também um aumento de casos que a capacidade de leitos da cidade não possa comportar. Além disso, o monitoramento será diário. 

Serão liberadas na primeira fase: atividades esportivas em centros de treinamento, atividades esportivas nos calçadões, atividade aquática individual no mar (como natação ou surfe), lojas de móveis e decorações, concessionárias de automóveis. Entretanto, na primeira fase, não serão permitidas atividades na faixa de areia, como o aluguel de barracas de praia ou as escolinhas de esportes. Saunas e piscinas continuam vedadas. O prefeito informou ainda que a conclusão de todas as fases será em agosto.

As demais fases de reabertura gradual serão desta seguinte forma:

Fase 2

Shoppings entre 12h e 20h, com restrições de movimentação

competições esportivas com portões fechados;

Fase 3

Todos os comércios, com restrição de circulação;

Bares e restaurantes abertos, com 50% da capacidade;

Academias abertas com agendamento e distanciamento;

Luta e dança, sem contato físico;

Atividades de crossfit;

Creches, desde que pais estejam trabalhando;

Escolas: quinto e nono ano, sem aglomeração;

Salões de beleza, tatuagem e estética, com restrições;

Praias e parques abertos, sem aluguel de cadeira e barraca;

Áreas de lazer;

Atividades culturais em espaço aberto, sem aglomeração;

Competições esportivas com um terço do público;

Fase 4

Pré-escolas e turmas de primeiro e segundo ano;

Pontos turísticos com um terço da capacidade;

Atividade em espaço cultural fechado, com restrição de capacidade;

Fase 5

Diminuição de restrições de capacidade em quase todos setores (bares, restaurantes, estádios, cinemas, etc);

Praias e parques abertos, sem aglomeração

Reabertura do terceiro e quarto ano nas escolas;

Fase 6

Escolas e universidades integralmente, sem aglomeração;

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]