Menino de 12 anos é morto durante operação na favela da Chatuba, na Baixada

kauan_foto

Estudante tinha saído de casa para comprar um lanche quando levou três tiros

Kauan Peixoto, de 12 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu após levar três tiros na favela da Chatuba, em Mesquita por volta das 22h do último sábado.

De acordo com a família, o estudante estava indo comprar um lanche quando foi baleado no pescoço, na perna e no abdômen e deu entrada no hospital ainda com vida.

A mãe de Kauan denuncia que o filho levou dois tiros na rua e que chegou no hospital com um terceiro ferimento, diz também, que não existia confronto no momento dos disparos.

Kauan Peixoto foi enterrado na tarde de hoje, no cemitério de Olinda, em Nilópolis, na Baixada Fluminense.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]