Morador da Vila Cruzeiro morre após omissão de socorro do Hospital Getúlio Vargas

Foto: reprodução da internet
Foto: reprodução da internet

Um morador da Vila Cruzeiro identificado como Manuel Pereira da Silva passou mal dentro do ônibus e acabou falecendo na manhã desta segunda-feira (14), na Penha. Testemunhas afirmam que passageiros que estavam no coletivo foram até o Hospital Estadual Getúlio Vargas para pedir ajuda, mas nenhum médico ou enfermeiro prestou socorro, resultando no óbito.

Ao G1, a direção do hospital informou que o paciente já havia morrido quando deu entrada na Emergência e que abrirá uma sindicância para apurar o que houve no início do atendimento. A direção afirmou, ainda, que não será conivente com nenhum tipo de negligência.

De acordo com familiares, Manuel teve um infarto. Ele tinha 57 anos, era casado e deixa 5 filhos.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]