Moradores da Fazendinha metem o “Pé na Lama” por causa de vazamento de esgoto

c8b1a631f5df8fcfc3254a4365659890

Uma tubulação estourada há mais de quinze dias está tirando o sossego dos moradores do beco Brauna na comunidade da Fazendinha. “O problema é corriqueiro, há mais de nove anos perturbando a vida dos moradores da região.”

a5b7148e254569d8aaa24e7ccbcc7745

Rita de Cassia da Silva, moradora local desde que nasceu, conta que, cada ano que passa, o problema se alastra mais. “Esse problema já é antigo, os moradores se juntaram e deram um jeito, mas quando chove o problema volta.” relata rita. Segundo os moradores locais, a associação de moradores já foi alertada sobre o problema, e relatam que na própria associação, o local e o problema consta como resolvido. Em nota, Gilberto Marinho, Vice presidente da Associação dos moradores da Fazendinha, conta que não consta como resolvido e eles vão procurar solucionar o problema.

Todo esse tempo os próprios moradores se juntam e dão um “jeitinho” em busca de uma solução a curto prazo. Fizeram uma “ponte” improvisada para que os moradores pudessem passar sem “Meter o Pé na Lama”. Porem, as chuvas fortes do incio do ano não colabora. “precisa de um auxilio maior nessa situação, ficar só nos reparos não vai adiantar.” relata Rita moradora local.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]