Morre Agatha, menina de 8 anos atingida pela PM no Alemão

Até o momento, o governador Wilson Witzel, que já manifestou interesse na presidência do país, ainda não se pronunciou
cropped-EE-8ldDXUAIRokd.jpg

A estudante Agatha Vitória Sales Félix, de apenas 8 anos não resistiu ao ferimento e morreu na madrugada de hoje, após ser alvejada com um tiro nas costas dentro de uma kombi. Agatha chegava com a família na comunidade quando Policiais Militares da UPP Fazendinha atiraram contra uma moto na região, atingindo a menina por volta das 21:30 da noite de ontem.

Moradores compartilharam nas redes sociais como ficou a kombi onde estava a menina Agatha Felix, de 8 anos. Foto: reprodução

A menina foi encaminhada para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha e morreu no centro cirúrgico. No início da manhã de hoje, novos disparos foram ouvidos na localidade da Fazendinha.

Neste momento acontece uma manifestação contra a morte de Agatha em frente a rua Joaquim de Queiroz, na Grota, para pedir paz na comunidade. A hashtag #ACulpaEDoWitzel está sendo compartilhada para chamar atenção sobre o caso e desde então, segue em primeiro lugar nos assuntos do momento do Brasil na rede social Twitter.

Até o momento, o governador Wilson Witzel, que já manifestou interesse na presidência do país, ainda não se pronunciou.

Veja fotos da manifestação

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]