Morre Ecio Salles, um dos criadores da Flup

x62442737_BARIO-DE-JANEIRO-RJ31-10-2016FLUPP-2016De-8-a-13-de-novembro-a-Cidade-de-Deus-1.jpg.pagespeed.ic.JZDczGjSMd

NOTA

Nascido em Olaria, o produtor cultural, escritor e um dos criadores da Flup (Festa Literária das Periferias), Ecio Salles, morreu na tarde desta segunda-feira aos 50 anos, enquanto lutava contra um câncer de pulmão desde o início de julho e se tratava no Hospital Samaritano da Barra. Doutor em Comunicação e Cultura na UFRJ, Ecio trabalhava pela democratização da cultura e sempre estava ligado nos assuntos das periferias.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]