Morre mototaxista do Alemão que foi atingido por bala perdida

FB_IMG_1551907172654

Após 3 dias internado, jovem não resistiu aos ferimentos

Mais uma vítima de bala perdida, Leonidas Anacleto de 22 anos, morreu hoje no Hospital Salgado Filho, no Méier, após ser baleado durante tiroteio ocorrido no último domingo (3) na localidade da Canitar, no Complexo do Alemão.

O jovem, que trabalhava como motoxatista foi ferido durante operação que, de acordo com moradores, tinha como objetivo acabar com um baile de carnaval que estava em fase de produção e aconteceria mais tarde no local. 

Ana Maria Vieira de Souza, 54 anos

Além do Mototaxista, a moradora Ana Maria Vieira de Souza, de 54 anos, foi atingida na barriga na sala de casa e  não resistiu aos ferimentos e faleceu durante atendimento no Pan de del Castilho. Na ocasião, ao menos dois moradores e dois PMs ficaram feridos até o fim da ação.

Vale lembrar 

Ao longo da última campanha eleitoral, o governador Wilson Witzel (PSC) prometeu duras ações militares relacionadas a repressão aos bailes nas comunidades.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]