Na fila do SUS: websérie mostra luta contra a COVID-19 nas favelas do Rio

Episódios mostram a realidade do Sistema Único de Saúde antes e durante a pandemia. Foto: Reprodução

Na fila do SUS: websérie mostra luta contra a COVID-19 nas favelas do Rio

A websérie dirigida por Ellen Francisco, pesquisadora em Saúde Pública, e produzida pela Bombozila, uma plataforma que reúne mais de 500 documentários independentes, mostra a realidade do SUS (Sistema Único de Saúde) em diferentes perspectivas e locais e ainda o atual impacto do novo Coronavírus em populações menos favorecidas. “Inicialmente, o projeto seria um documentário, e em função da pandemia e do conteúdo que já estava em produção, a direção entendeu o momento e modificou o formato, transpondo pra Websérie.”, disse Gabriel Murga, Assessor de Imprensa da websérie e da plataforma Bombozila.

No terceiro episódio, com título “Favela por nós”, a websérie retrata a chegada da COVID-19 nas favelas do Rio de Janeiro, mostrando a realidade da saúde pública. E como disse o roteirista Vitor Ribeiro, dando destaque às iniciativas de solidariedade.

“Nossa intenção foi nesse momento difícil dar mais visibilidade para essas iniciativas e entender que nesse momento de crise é também um momento onde lugares como as favelas se organizam para manifestar e realizar solidariedade com seus moradores, uma vez que se vêem completamente à margem das políticas públicas.”  

“Na fila do SUS” foi produzida por meio de financiamento coletivo, com apoio do Sindicato dos Trabalhadores da Fundação Oswaldo Cruz e de profissionais de Saúde da linha de frente em todo Brasil. A exibição de todos os episódios é exclusivamente pela plataforma online Bombozila. Confira abaixo os episódios e as datas de lançamentos:

1º Episódio) O povo da rua – São Paulo – 13 de abril – já disponível

2º Episódio) Povos indígenas – Brasília – 20 de abril – já disponível

3º Episódio) Favela Nós por Nós – Rio de Janeiro – 27 de abril – disponível

4º Episódio) Covid-19 –  4 de maio – Brasil – disponível

Sinopse: Na Linha de Frente da saúde não estão políticos, ministros nem empresários. Lá estão os profissionais de saúde pública, defensores do SUS e da vida. A pandemia agrava o estado de exceção e a luta se acirra ainda mais. Esse episódio é também em solidariedade ao 1o de maio, dia histórico da luta da classe trabalhadora. Nos hospitais ou nas ruas, não haverá desmonte sem resistência.

5º Episódio) Sistema Único da Saúde – Brasília – 11 de maio

6º Episódio) Uberização da Vida – Rio de Janeiro – 18 de maio 

Deixe comentário