Novos aprovados no Auxílio Emergencial devem receber a partir da próxima terça (16); Caixa divulga calendário

Para saques em dinheiro, o banco pede que os novos aprovados sigam o calendários de acordo com o mês de aniversário

Novos aprovados no Auxílio Emergencial devem receber a partir da próxima terça (16); Caixa divulga calendário

A partir da próxima terça-feira (16), cerca de 2,4 milhões de pessoas que tem a poupança social digital da Caixa e fazem aniversário entre janeiro e junho vão começar a receber a primeira parcela do auxílio emergencial. Outros 2,5 milhões de aniversariantes de julho a dezembro receberão o valor de R$ 600,00 na quarta-feira (17).

De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), o pagamento será creditado para mais de 4,8 milhões de pessoas que tiveram o auxílio aprovado. O Auxílio Emergencial é um valor de R$ 600 pago para desempregados, informais e famílias mais afetadas economicamente pela pandemia do novo coronavírus.

Para saques em dinheiro, o banco pede que os novos aprovados sigam o calendários de acordo com o mês de aniversário. Quem ainda está com dúvidas ou quer informações sobre o andamento da solicitação, pode realizar consultas através do aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Veja o calendário para saque em dinheiro:

Mês de nascimentoLiberado em
Janeiro6 de julho
Fevereiro7 de julho
Março8 de julho
Abril9 de julho
Maio10 de julho
Junho11 de julho
Julho13 de julho
Agosto14 de julho
Setembro15 de julho
Outubro16 de julho
Novembro17 de julho
Dezembro18 de julho

Beneficiados do Bolsa Família

O cronograma de pagamento para as famílias cadastradas no programa Bolsa Família segue o número final do Número de Identificação Social (NIS), segundo o Ministério da Cidadania. Saques poderão ser feitos nas lotéricas ou em uma das agências da Caixa Econômica Federal. 

Parcelas adicionais

A pandemia no Brasil não tem data para acabar e devido ao prolongamento da crise causada pela doença, o governo já sinalizou possibilidade de estender os pagamentos e famílias podem receber até mais duas parcelas do Auxílio Emergencial. De acordo com o Ministério da Economia, a instituição pretende nas parcelas adicionais o valor de R$ 300 cada, mas para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o valor deve continuar em R$ 600 mensais.

Se depender de Bolsonaro o auxílio pode chegar ao fim

O presidente Jair Messias Bolsonaro prometeu vetar a prorrogação se congresso fixar em R$ 600. A ameaça foi feita na última quinta-feira (11).


Passo a passo para solicitar o Auxílio Emergencial