O Complexo do Alemão nas telas de Nova York

Foto: Renato Moura/Voz Das Comunidades

Filme sobre projeto social ‘Abraço Campeão’ ganha prêmio de melhor documentário no Festival Tribeca

O filme “A vida é uma luta”, inspirado no projeto de boxe para crianças “Abraço Campeão”, fundado por Alan Duarte, nascido e criado no Complexo do Alemão, ganhou o prêmio de melhor documentário no  Festival de Cinema de Tribeca, de Nova York, um dos maiores e mais respeitados do mundo.

Alan, que implantou o projeto no morro do Adeus em 2014, embarcou para os Estados Unidos no dia 18 de abril para acompanhar a apresentação do filme. O dinheiro para viabilizar a passagem, hospedagem e  outros custos inerentes a uma viagem foi conquistado por meio de uma campanha no site crowdfunder, uma espécie de vaquinha virtual. Alan, que se produziu todo na beca para o festival, conta que se sente realizado. “Estou me sentindo realizado por conseguir fazer as pessoas verem o meu projeto e a minha realidade.”

Luva na mão, passaporte na outra: assim que Alan desembarcou em Nova York - Foto: Renato Moura/Voz das Comunidades
Luva na mão, passaporte na outra: assim que Alan desembarcou em Nova York – Foto: Renato Moura/Voz das Comunidades

O filme dirigido por Ben Holman e Nye Jones, com pouco mais de vinte minutos de duração, emociona tanto que quem assiste entende o porque  do prêmio num Festival do tamanho do Tribeca logo assim de primeira.

As cenas mostram, além de como nasceu o projeto “Abraço Campeão”, a vida marcada pela violência e pela gana de Alan em transformar tudo em energia para ajudar ao próximo. Para  ter uma ideia, o projeto foi criado logo após a morte do irmão de Alan – que como o filme mostra, era como um pai para ele e morreu  baleado. Aliás, Alan nunca viu nenhum homem de sua família morrer de morte natural.  Por enquanto o filme não tem previsão para ser exibido no Brasil, mas quem quiser conhecer a sede do Abraço Campeão o endereço é Avenida Itaoca, 1174, Bonsucesso, do lado da FAETEC do Alemão.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]