O que fazer com R$ 54,25 por mês?

Valor do cartão alimentação não deve ser suficiente para suprir as necessidades de alimentação de uma criança durante um mês

O que fazer com R$ 54,25 por mês?

De acordo com a prefeitura do Rio de Janeiro, estudantes da rede municipal de ensino receberão um cartão alimentação recarregável no valor de R$ 54,25 por mês. O intuito é dar alimentação aos alunos que ficaram sem merenda durante a suspensão das aulas por causa das medidas de isolamento social. Contudo, fica o questionamento: o que fazer com menos de 55 reais por mês?

Em meio à crise gerada pela pandemia do novo coronavírus, o preço médio dos alimentos nos supermercados da cidade subiu. O feijão teve alta de 75% nos dois primeiros meses da pandemia. Também houve aumento nos preços de outros produtos básicos, como macarrão, leite, óleo de soja e açúcar. Considerando que muitas famílias vivem em situação de vulnerabilidade social, o valor de R$ 54,25 não deve ser suficiente para suprir as necessidades de alimentação de uma criança durante um mês.

Entretanto, segundo a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, “o valor de R$ 54,25 foi estabelecido com base em um estudo do Instituto de Nutrição Annes Dias e corresponde ao valor necessário para adquirir os gêneros alimentícios que os alunos consumiam na escola”. O acordo feito entre a prefeitura e Defensoria Pública é o desfecho da briga judicial que se transformou a alimentação dos estudantes e será acompanhado pelo Conselho de Alimentação Escolar.

A previsão da prefeitura do Rio é de que a partir da próxima segunda-feira (17) os cartões sejam entregues aos responsáveis dos alunos. A entrega será feita diretamente nas escolas, em dias e horários divulgados com antecedência para evitar aglomerações. As recargas estão previstas para ser no dia 10 de cada mês, enquanto durar a suspensão das aulas.