Orquestra da Rocinha será destaque em evento na Zona Portuária

orquestadarocinhadestaque

Clássicos como ‘Saudade da Guanabara’ integra repertório

A Orquestra de Câmara da Escola de Música da Rocinha será destaque na programação da Plataforma Educativa Repsol Sinopec Brasil, que acontece desde o dia 04 de setembro no Boulervard Olímpico, zona portuária do Rio de Janeiro. A apresentação acontecerá no amanhã, (7), às 11 horas.

Em atividade desde 2012, a Orquestra é a principal ação cultural desenvolvida pela ONG Escola de Música da Rocinha e oferece a 100 alunos a possibilidade de entrada para atividades de música.

“É sempre legal e importante participar de um evento como esse, tratar da educação ambiental nos dias de hoje é fundamental e as atividades que estarão sendo promovidas pela Repsol Sinopec conscientizar e instruir a população à importância das questões ambientais. Para os alunos é mais um dia de por em prática os frutos dos ensaios da prática de orquestra, e estão super animados para participar do evento.” – afirmou a secretária da ONG.

A regência do concerto será do maestro Rodrigo Belchior, e os arranjos do músico instrumentista Leandro Braga. O repertório será composto por músicas do folclore brasileiro e releituras de clássicos da MPB como Cidade Maravilhosa, Juízo Final entre outros. No mesmo dia, o encontro terá palestras educativas sobre meio ambiente abertas ao público.

Serviço:

Orquestra de Câmara da Escola de Música da Rocinha
Data: 07 de setembro
Horário: 11 horas
Local: Boulevard Olímpico, em frente ao AquaRio.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]