Pablo Capilé participa do Diálogos da ESPOCC em setembro

wpid-wp-1409390746817

Debater temas factuais, capazes de construir e ampliar repertório e potencializar uma juventude inquieta, criativa e que semanalmente se reúne no Observatório de Favelas para estudar Comunicação Crítica na Escola Popular de Comunicação Crítica (ESPOCC). Essa é a proposta do DIÁLOGOS ESPOCC, encontro mensal que irá reunir nomes de pensadores e inventivos, criativos e acadêmicos, figuras contundentes e inspiradoras, para dialogar e debater suas ideias, questionamentos e produções com os alunos da ESPOCC e convidados.

No encontro de setembro, Pablo Capilé, jovem, protagonista e inspirador que após as manifestações de junho de 2013 ficou conhecido nacionalmente pela Mídia Ninja, coletivo de comunicação que apresentou um forma de cobertura ousada e completa durante os protestos que marcaram aquele ano, apresentando uma outra proposta de comunicação ao país. Mas o trabalho do Capilé é muito maior e complexo, além de conhecido, a frente do Fora do Eixo. E é também sobre ele que o diálogo vai rolar no próximo encontro.

A proposta de uma atividade dinâmica e interativa permanece, com mais novidades, e acontecerá no dia 8 de setembro, segunda-feira, às 18h, discutindo: Fora do Eixo, Mídia Ninja, cultura, juventude e comunicação na sede do Observatório de Favelas.

As inscrições para não alunos da ESPOCC estão rolando e podem ser feitas até meia noite do dia 7 de setembro, domingo, pelo link: http://migre.me/lgM1S

Informações:[email protected]

O Observatório de Favelas fica na Rua Teixeira Ribeiro, 535, Maré, Rio de Janeiro – RJ.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]