Plataforma “Postagem Social” repica publicações de cunho social

Criada por Celso Athayde, CEO da Favela Holding, a plataforma replicará postagens institucionais da CUFA, automaticamente para milhares de pessoas

Plataforma “Postagem Social” repica publicações de cunho social

A Central Única das Favelas (CUFA) realizou na tarde de hoje (16), o pré-lançamento da plataforma “Postagem Social”. Uma ferramenta que vai replicar automaticamente as postagens feitas pelos voluntários digitais da CUFA nas redes sociais de todos que estiverem cadastrados na plataforma.

O projeto, que é viabilizado pela Favela Holding, presidida por Celso Athayde, tem como objetivo fazer com que as pessoas interessadas em contribuir com causas sociais possam realizar isso sem investir tempo ou dinheiro. A plataforma está sendo desenvolvida pela startup MultiplierApp.

Os voluntários interessados na divulgação da causa da instituição, precisarão apenas se cadastrar na plataforma (https://multiplierapp.com.br/app/commingusers/view-form?id=2507) que, todas as segundas-feiras ao meio-dia, postará uma mensagem social/institucional da ONG com no máximo 50 segundos de vídeo, e os voluntários digitais estarão repostando a mesma mensagem na íntegra, em suas respectivas redes sociais. Mesmo que estes não estejam conectados com a internet.

O projeto é viabilizado pela Favela Holding, presidida por Celso Athayde. Foto: CUFA

“Claro que a CUFA, com seus 20 anos de atuação e credibilidade, jamais postará mensagens com conteúdo racista, homofóbico, religioso, comercial, político ou algo que o valha. Nosso compromisso é com as postagens sociais com teor responsável e institucional, com informações sobre a instituição, e sobre nossas campanhas e iniciativas. Nada além”, empenha a palavra Celso Athayde, o empreendedor social do ano de 2018.

O lançamento da “Postagem Social” será na segunda-feira, dia 23 de setembro, com pré-lançamento no dia 16 de setembro, com a finalidade de anunciar em rede um grande evento da CUFA e do Facebook, no dia 20 de setembro, denominado Impulsione com Facebook, onde empreendedores de favela serão capacitados a usarem as redes sociais para alavancarem seus negócios.  

“Isso é histórico e único no mundo. Agora qualquer pessoa que deseja ser parte de uma causa social de relevância nacional e com credibilidade, precisará doar apenas 50 segundos do seu tempo por semana, a partir de um computador ou um smartphone. Não é genial?”, comemora Rodrigo Brandão, diretor da MultiplierApp, startup parceira da Favela Holding.

Deixe comentário