Por conta de protesto, Lazer na Praça deste domingo será no Graciliano Ramos

Voz das Comunidades Alagoas Com Assessoria Neste domingo (15), o maceioense pode aproveitar o lazer com a família na rua fechada do Graciliano Ramos, parte alta da capital, além da

Por conta de protesto, Lazer na Praça deste domingo será no Graciliano Ramos

Voz das Comunidades Alagoas
Com Assessoria

Neste domingo (15), o maceioense pode aproveitar o lazer com a família na rua fechada do Graciliano Ramos, parte alta da capital, além da opção de rua fechada na Pajuçara. O habitual Lazer na Praça do Centenário, no Farol, excepcionalmente não será realizado neste domingo, com retomada na próxima semana.

Com apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) e promoção da Associação dos Moradores do Residencial Graciliano Ramos (AMGR), a rua fechada neste conjunto habitacional conta com diversas atrações, no horário de 14h até 18h.

“A rua fechada no Graciliano Ramos está consolidada como um ganho representativo para a comunidade na parte alta, pois com a organização da AMGR e a competência das lideranças da Associação em aumentar os atrativos, oferta de atividades para todos os moradores tem formada uma programação diferenciada a cada semana”, disse o titular da Semel, Antônio Moura.

Onde

Com extensão de quase um quilômetro, a rua fechada no Graciliano Ramos tem início na Avenida E, duas quadras após a Associação dos Moradores do Residencial Graciliano Ramos (AMGR), e segue em direção a um supermercado no conjunto.

Por ser uma avenida larga e completamente asfaltada, crianças e jovens têm aproveitado o local com o uso de patins, bicicletas e patinetes. A Associação vai montar uma tenda, à direita, no ponto central da Avenida, para distribuir mesas com cadeiras e jogos de xadrez e outros de tabuleiro.

Na programação, a Fábrica de Talentos da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) estará presente com atividades, somadas às atrações oferecidas pela AMGR, que já oferta aulas de dança zumba, karatê, judô, xadrez e atividades artísticas.

Deixe comentário