Premiação do 1º FestCurta Caxias teve noite de gala

A noite de premiação do 1º Festival de Curtas VivaCaxias, no auditório do Museu Ciência e Vida, no centro de Duque de Caxias, teve todos os componentes que marcam o encerramento de uma mostra de cinema. Na plateia, diretores dos filmes concorrentes aguardavam com ansiedade a escolha dos jurados. O evento foi aberto pelo prefeito Alexandre Cardoso que destacou a importância não só do tema, a água, mas também o que representou tanto para a cidade de Caxias, como para a Baixada Fluminense. O grande vitorioso do festival foi o cineasta caxiense Wanderson Chan, com o filme “Provação”, premiado com a quantia de R$ 16mil e o troféu Chico Santos.

Expectativa na plateia

Antes do anúncio dos vencedores, o clima na plateia era de muita expectativa. Afinal, só três dos 41 inscritos receberiam a premiação e o troféu Chico Santos, além de menção honrosa para outros três trabalhos. O primeiro a receber a Menção Honrosa foi Vitor Gracciano, de São João de Meriti, com o filme “Falta Água”.

“Fiquei feliz com a indicação. O mais importante é que pela primeira temos um festival de curtas, que permitiu ao pessoal que faz cinema na Baixada Fluminense poder participar e mostrar seu trabalho. A prefeitura merece todos os elogios por ter investido nesta área”, diz Gracciano, que gastou em sua obra R$ 3, além de ser diretor, roteirista e ator.

Os outros dois diretores que receberam a Menção Honrosa foram Wesley Rodrigues, com a animação “O Enigma da Água” e “Ensaio sobre a água”, de Augusto César Rodrigues Reis, de Duque de Caxias.

Exibidos os três filmes da Menção Honrosa, chega o grande momento da noite, os três primeiros colocados no festival. O terceiro lugar ficou com “Escassez”, de Felipe Veloso, que recebeu R$ 7mil. A segunda colocação foi para a obra de Ricardo Rodrigues, “Paraíba pede socorro”, falando da degradação do rio Paraíba do Sul, que recebeu R$ 12 mil.
Ricardo_Rodrigues_Felipe_Veloso_Wanderson_Chan_e_Edu_Silvas_vencedores_do_1º_Festival_de_Curtas_de_Caxias-1
O anúncio do primeiro lugar foi feito pelo prefeito Alexandre Cardoso, que chamou ao palco a dupla Wanderson Chan e Edu Silvas, com o filme “Provação”, premiado com R$ 16 mil. A emoção dos dois moradores de Duque de Caxias foi imensa. “Estou feliz por termos conquistado o primeiro lugar em um festival que teve filmes de muita qualidade. O melhor disto tudo é que o prefeito Alexandre Cardoso investiu na realização de um evento que ninguém que faz filme na Baixada poderia esperar. O prêmio em dinheiro veio em ótimo momento, porque ele será empregado na compra de novos equipamentos. A maioria dos inscritos teve que alugar equipamentos para poder participar da mostra”, concluiu Wanderson Chan, que atualmente trabalha no município de Casemiro de Abreu, mas não deixa suas raízes com a cidade.

Classificação do festival

Menção Honrosa

Filme: Falta água

Diretor: Vitor Gracciano

Filme: O Enigma da Água

Diretor: Wesley Rodrigues

Filme: Ensaio sobe a água

Diretor: Augusto César Rodrigues Reis

Filmes premiados

1º lugar: Provação (Wanderson Chan e Edu Silvas)

2º lugar: Paraíba pede socorro (Ricardo Rodrigues)

3º lugar: Escassez (Felipe Veloso)

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]