Projeto CINEMÃO apresentará sessão especial na Via Ápia, na Rocinha

projeto_cinemao_tela_2013_boadiversao_6045

No próximo domingo, dia 5, uma mega-operação será ralizada para que a principal rua da Rocinha receba o Cinemão

Imagine um carro aparelhado para exibição de filmes nacionais, equipado com super projetor de imagem, telão, sistema de som, mega-fone, cadeiras e pipoqueira! Junte tudo isso a muita vontade de promover, difundir e estimular a cultura e o encontro social através do Cinema Brasileiro de uma forma prática, gratuita e eficiente. O resultado é o projeto CINEMÃO – Veículo de Ocupação Tática da Culturaque ocupa espaços públicos com o Cinema Nacional.

A próxima sessão será no dia 05 de maio, domingo, a partir das 18h30, na Via Ápia – Rocinha. O evento promoverá uma super operação para fechar a principal rua da maior favela do Brasil. Para esta ação o Cinemão conta com o apoio da UPP ROCINHA, Região Administrativa da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Portal Viva Rocinha, além da ONU no Brasil. 

O longa-metragem que vai ser exibido é “Marcelo Yuka no Caminho das Setas”, com direção de Daniela Broitmam

Com letras repletas de críticas sociais, Marcelo Yuka estava no auge do sucesso como compositor, baterista e líder da banda O Rappa – uma das principais na cena pop rock dos anos 90. Mas aos 34 anos, 9 tiros num assalto no Rio de Janeiro o colocaram numa cadeira de rodas. O documentário é um mergulho na transformação de Yuka desde o incidente, em 2000, que revela sua irreverência e complexidade como homem, artista e ativista. Enquanto luta por sua saúde física e espiritual, ele se arrisca em novas sonoridades e segue as setas numa incessante busca por justiça social e paz.

Na sequência, o projeto mediará um debate com a participação da equipe dos filmes e membros do Viva Rocinha. Antes da sessão principal serão exibidos 3 curtas documentais – “Angeli 24hs” ( Beth Formagini ) / “Mãos de outubro” ( Vitor Souza Lima) , “Silêncio” ( Alberto Bellezia / Cid César Augusto ).

Para Cid César Augusto, idealizador do projeto, O Cinemão está ocupando espaços públicos da cidade com o Cinema Brasileiro – de forma prática, gratuita e eficiente.

“Este projeto é uma importante e considerável janela para democratizar esta vibrante produção de filmes no Brasil. Levar o Cinema Brasileiro para espaços populares estigmatizados pela violência é nossa principal missão”, afirma.

Giancarlo Summa, diretor do Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil, garante total apoio Institucional ao Cinemão:

– Acreditamos que esse projeto represente um elemento importante na construção da cidadania, em prol da consolidação da democracia, da formação e conscientização da sociedade civil. Esperamos poder colaborar para tornar a iniciativa um sucesso.

O projeto também possui uma extensa lista de simpatizantes, como o cineasta Walter Salles, o apresentador Danilo Gentili /ex-CQC, os atores Bruno Gagliasso e Matheus Nachtergaele, entre outros.

O link dos vídeos com o testemunho de diversas personalidades declarando apoio ao projeto em:

http://www.youtube.com/watch?v=o7RJoKCNaMI

O CINEMÃO tem patrocínio do Ministério da Cultura, Banco Itaú e Cirúrgica Fernandes e apoio da Epson, UNIC (Centro de Informação das NaçõesUnidas — ONU), UPP Social / Instituto Pereira Passos -IPP.

Carioca Filmes e Maranduva Filmes são as produtoras responsáveis.

Todos os vídeos sobre o CINEMÃO no link: http://www.youtube.com/user/cinemao1?feature=watch

“O Cinemão é uma importante ferramenta cultural. Este projeto é a cara das comunidades cariocas.”, afirma Michel Silva, Fundador Viva Comunidade.

Serviço: CINEMÃO

Local: Via Apia – Rocinha

Data: 05 de maio, domingo

Horário: a partir das 18h30

Classificação: livre

Entrada Gratuita.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]