Ruas emburacadas deixam moradores preocupados na Comunidade da Fazendinha

20150420092311

“Com ruas emburacadas fica difícil de transitar em dias de chuvas, voltamos para casa sujos por conta da lama que fica nos buracos da rua..”

 

20150420092311 (1)

Moradores da Rua Augusto Borborema, comunidade da Fazendinha Complexo do Alemão, sofrem com ruas esburacadas que acaba atrapalhando motoristas e pedestres que passam pelo o local.  Para a Aux. de Produção Beatriz de Araujo de 23 anos, moradora local, o problema maior é quando chove, ficando quase impossível de passar pelo o local.

“Quando vem uma chuva o lixo desce ladeira abaixo, vai embora e o buraco continua. Nosso medo maior são os veículos caírem nos buracos e causar um acidente..” diz Beatriz afirmando já terem falado com a Associação de Moradores local. Segundo a jovem, a Associação de Moradores informou que estão buscando solução para esse caso ainda essa semana. Procurada, a associação não nos respondeu.

Muitos dos problemas relacionados a enchentes ou ruas sujas são por causa do mau descarte dos lixos, que na maioria são jogados em ruas e calçadas, fazendo assim, em dias de chuvas, ruas ficarem alagadas com lamas e boeiros entupidos. Faça você a diferença, descarte corretamente seus lixos nos locais adequados e no dia certo da coleta regular. Caso a Coleta regular não aconteça ligue para a central de atendimento da Prefeitura pelo o número 1746.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]