Sesc Ramos apresenta espetáculo “Favela”

unnamed (1)

Sucesso de público e crítica, comédia musical sobre o cotidiano de uma comunidade será encenada em quadra esportiva com capacidade para 400 pessoas. Ingressos estão à venda a preços populares

O Sesc Ramos leva para a sua quadra esportiva o espetáculo “Favela”, no próximo sábado, dia 28/03 às 20h. Os ingressos estão sendo vendidos a preços populares, entre R$ 2 e R$ 8.

No centro do enredo, dois jovens primos fazem escolhas opostas na vida, o que leva o público a refletir sobre as consequências das tomadas de decisões em suas vidas. Como diferencial, a comédia musical aborda o tema sob a perspectiva dos moradores da comunidade: gente comum, que trabalha, tem problemas familiares e amorosos como todo mundo, e não convive  apenas  com a violência, como geralmente é retratado.

A comédia musical tem a direção de Márcio Vieira e texto de Rômulo Rodrigues e estreou nacionalmente em 2012, no encerramento do Festa Internacional de Teatro de Angra dos Reis (FITA). Naquela edição, a peça foi agraciada com o Troféu Ítalo Rossi, na categoria Prêmio Especial, concedido a todo o elenco, e com a indicação ao Prêmio de Melhor Texto.

O espetáculo “Favela” cumpriu temporadas de sucesso em espaços nobres da dramaturgia carioca, como Teatro Fashion Mall, Teatro Leblon, Sala Municipal Baden Powell, Sesc Tijuca e Teatro João Caetano, atraindo cerca de 40 mil pessoas. A montagem mistura nomes já experientes e premiados com talentos promissores. Entre os 21 atores, há conhecidos do grande público por seus trabalhos de sucesso na TV, como Gabriel Chadan, Michel Gomes, Marcelo Batista e Ana Berttines.

Espetáculo “Favela”

Dia 28/3/2015 – 20h
Sesc Ramos (quadra esportiva): Rua Teixeira Franco, 38
Tel: 2290-4003
Ingressos: R$ 2 (associados Sesc), R$ 4 (jovens de até 21 anos, estudantes e maiores de 60 anos) e R$ 8 (inteira)
Classificação – 14 anos
Capacidade – 400 lugares

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]