Colégio modelo do Governo é roubado duas vezes no Complexo do Alemão nesta semana

1965362

NOTA – Nesse mês de março, pelo menos duas vezes o colégio modelo do Governo, Colégio Estadual Olga Benário Prestes, foi roubado no Morro do Adeus, em Bonsucesso. Segundo os relatos que recebemos na nossa página, o colégio foi roubado em fevereiro e no início do mês de março, nos dias 1 e 2. Os alunos contaram pra nossa equipe que hoje eles foram dispensados no horário da manhã para a Policia Civil realizar perícia no local e que levaram os computadores da sala de informática e mantimentos.

Entrevistamos uma aluna do Colégio que não quis ser identificada segundo ela, de uma forma geral, os alunos se sentem desprotegidos.

Entramos em contato com a Polícia Civil e não tivemos respostas. Também tentamos falar com a assessoria de imprensa da UPP, com a secretaria de educação, e com a administração do Colégio mas ninguém nos respondeu.

—————–

Com três turnos, o C. E. Olga Benário Prestes conta com 26 salas de aula, auditório para cerca de 160 pessoas, uma biblioteca e laboratórios de Química, Biologia, Física e Informática, além de cozinha e refeitório. Composta por três blocos de quatro pavimentos, cada, e com uma área construída de 6,3 mil metros quadrados, o colégio recebeu cerca de R$ 10,9 milhões em investimentos. Abriga basicamente os alunos que já eram da unidade, quando funcionava em outro prédio, e alunos do Colégio Estadual Lélia González, que foram incorporados à nova casa.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]