Vazamentos de esgoto fazem parte da rotina de quem mora no Alemão

IMG-20150406-WA0012

Moradores denunciam descaso total na comunidade da Alvorada

Mais esgotos a céu aberto estão causando transtorno ao moradores do Complexo do Alemão. Dessa vez, um dos problemas crônicos das comunidades está localizado na Alvorada, próximo a Vila Vitor, número 20. De acordo com uma denuncia enviada pelo WhatsApp do Voz da Comunidade, o vazamento vem acontecendo a mais de um mês.

O mau cheiro toma conta das casas e a água contaminada invade a escadaria, escorrendo pelos degraus. Devido ao tempo de vazamento, algumas partes da escada estão com lodo e muitos moradores já escorregaram, incluindo Ivone Damasceno de 30 anos.

“A escada está escorregadia e até eu já cai. Estamos nessa situação tem um bom tempo e até o momento nada foi feito. Como tudo no Brasil, estão esperando algo grave acontecer para ser feito alguma coisa aqui” – Declara.

Cansados de esperar uma solução, os próprios moradores se uniram e fizeram o trabalho de desentupimento do bueiro, mas dias depois o problema retornou.

O esgoto também toma conta de uma outra escadaria, dessa vez na Rua da Assembléia, próximo a Praça do Samba, também na comunidade da Alvorada. Em um vídeo, o morador Gyanni Alexandre Débora França mostra o transtorno que vem acontecendo e na gravação é possível acompanhar todo o trajeto que o água contaminada percorre.

“Ela passa por várias casas e se acumula no espaço aberto em baixo da escada que já está apodrecendo. O concreto está quebrando e os degraus afundam quando a gente pisa.” – Comenta.IMG-20150406-WA0018

Débora França, esposa de Gyanni ficou sem andar durante doze dias depois de um acidente na escadaria e denuncia a existência de outros problemas, além do esgoto. “O muro ao lado também está em ruínas e as pessoas continuam jogando lixo. Está tudo desabando. Aqui está completamente abandonado. Ninguém faz nada. Ninguém se importa com a gente!”

De acordo com moradores, o problema se iniciou há muitos anos, após demolições de casas para obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Muitos reclamam que a associação prometeu junto com a CEDAE melhorias no local, mas até o momento nada foi feito.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]