Voz das Comunidades é selecionado para o “Profissão Repórter”

sbt-25

Voz das Comunidades é selecionado para o “Profissão Repórter”

Duas duplas do Voz das Comunidades foram selecionadas para participar de uma imersão nos Estúdios Globo em São Paulo, para acompanhar por uma semana a rotina do programa “Profissão Repórter”. Roberta Meireles e Tiago Bastos, da equipe de produção e Betinho Casas Novas e Maria Morganti, do jornalismo, venceram após produzirem duas das dez melhores reportagens do Globo Lab, laboratório de ideias da emissora, com mais de mil participantes de cinco capitais do País.

Dupla Betinho Casas Novas e Maria Morganti, do jornalismo.
Dupla Betinho Casas Novas e Maria Morganti, do jornalismo.

Segundo o site do “Globo Universidade”, realizadora do projeto que está em sua terceira edição, foram enviadas ao todo 70 videorreportagens. A proposta do projeto, passada em um encontro de profissionais do “Profissão Repórter” com um grupo de integrantes do Voz das Comunidades, na sede da Globo no Rio de Janeiro, era estimular reportagens inovadoras com tema livre e duração máxima de cinco minutos.

Roberta e Tiago fizeram o trabalho “Tá na Régua ou não tá?”, falando sobre as barbearias de rua e a famosa Barber Shop no Complexo do Alemão. Já Maria e Betinho investiram na abordagem de uma pesquisa sobre como é a “Economia da Favela” e mergulharam nos costumes de compra do favelado.

Dupla Roberta Meirelles e Tiago Bastos, da produção.
Dupla Roberta Meirelles e Tiago Bastos, da produção.

Para comunicar a vitória, a emoção foi garantida. Ninguém mais ninguém menos que Caco Barcellos, mito do jornalismo, que fez a ligação. “Tô tremendo de nervoso”, desabafou Roberta minutos após receber a notícia. Com Betinho não foi diferente. “É o Caco Barcellos de verdade?”, perguntou. O vídeo desse momento está no perfil do facebook do programa e as matérias produzidas por todas as duplas serão exibidas no site do “Profissão Repórter” ao fim do processo.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]