Zera o estoque de vacinas em algumas unidades de saúde do Rio por conta da alta demanda

Segundo a prefeitura, algumas unidades tiveram a vacinação interrompida, mas será retomada amanhã (11)
Indios aldeados sen vacinado na aldeia e Umariçu1, em Tabatinga (MA). Sérgio Lima/Poder360 19.01.2021
Indios aldeados sen vacinado na aldeia e Umariçu1, em Tabatinga (MA). Sérgio Lima/Poder360 19.01.2021

Foto: Divulgação

A vacinação contra a Covid-19 na cidade do Rio precisou ser interrompida nesta quarta (10). O estoque de imunizante não foi suficiente para manter o calendário previsto. A Secretária Municipal de Saúde (SMS) publicou em nota que está fazendo a reposição das doses da vacina contra a Covid-19 em mais de 230 pontos da cidade.

Em quatro horas, 19 mil doses foram aplicadas, 9 mil a mais que o esperado. A grande demanda pela imunização zerou o estoque previsto para ser usado pela manhã em diversas unidades. Nestes locais, a vacinação teve que ser temporariamente suspensa e será retomada amanhã (11).

Divulgação / Prefeitura do Rio

Segundo informações, a prefeitura espera a chegada de novas remessas do Ministério da Saúde para garantir os estoques nas datas. Há duas semanas, o município teve que interromper a aplicação por sete dias até receber nova remessa do produto.

O Secretário Municipal de Saúde, Daniel Soranz, reafirmou em suas redes sociais que o estoque zerou devido a grande procura, mas que já estão reabastecendo com 56 mil doses retiradas do almoxarifado central, em Niterói. O prefeito, Eduardo Paes, disse que, se o abastecimento for regularizado pelo Ministério da Saúde, serão imunizados até dia 31 de março idosos de 78 a 67 anos.

Veja o Calendário de Março:

Divulgação / Prefeitura do Rio

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]