A humilhação da cesta básica da prefeitura do Rj

Desde o início do mês julho as mães das unidades de educação infantil e das escolas municipais, estão aguardando serem chamadas para a entrega de alimentos que, já previamente eram


Desde o início do mês julho as mães das unidades de educação infantil e das escolas municipais, estão aguardando serem chamadas para a entrega de alimentos que, já previamente eram liberadas para a alimentação das crianças nas unidades de ensino. Mas, o que ocorreu foi o atraso que se deu dessa entrega de cestas, ficou para o final da segunda quinzena julho, dividido em dois ou mais grupos de alunos, onde a segunda etapa se deu hoje pela manhã. Segundo a moradora é uma “situação humilhante para nossas famílias faveladas, ter que contar com esse tipo de atendimento dado pelo município do Rio de Janeiro, atualmente comandado pelo prefeito Marcelo Crivela. Quando foi prometido “cuidar das pessoas” nunca se esperou nada tão humilhante nesse nível, pessoas sem trabalho, sem saber quando as escolas irão retornar e ainda por cima tem que passar por essa situação, é o cúmulo do descaso e do descuido com a população.” diz

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]