Aplicativo CAIXA TEM com muita instabilidade e erros no primeiro dia de pagamentos

Durante toda a manhã desta segunda-feira, 20 de julho, moradores relatam erros no aplicativo. Mesmo com a atualização, diversos brasileiros continuam encontrando dificuldade. Na nova versão do app, alguns beneficiários

Durante toda a manhã desta segunda-feira, 20 de julho, moradores relatam erros no aplicativo. Mesmo com a atualização, diversos brasileiros continuam encontrando dificuldade. Na nova versão do app, alguns beneficiários receberam aviso instruindo a procurar uma agência da Caixa, estimulando aglomeração, ou aviso de que atingiram o limite de dispositivos. Há beneficiários que não conseguem fazer login e veem a mensagem de que devem ir a uma agência da Caixa para regularizar o cadastro. “Procure uma agência da Caixa com seu documento de identificação para regularizar seu cadastro”, informa a mensagem.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) não recomenda a saída de casa em casos que não sejam de extrema necessidade, por causa da pandemia do novo coronavírus. Pedro Guimarães, presidente da Caixa, afirma que a recomendação de comparecer a uma agência da Caixa pode acontecer em casos de suspeita de fraude. Nesses casos, é necessário regularizar a situação. Nas redes sociais, os internautas relatam que o Caixa Tem não mostra o saldo. Também há casos de bloqueio do saldo. A Caixa não se manifestou sobre o assunto. Constantemente, o banco vem afirmando que os problemas acontecem pela alta demanda e que as falhas não são por ataques de hackers.

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]