Auxílio emergencial: Caixa explica como aumentar chance de conseguir o benefício

Depois de ter o pedido negado, realizar uma nova solicitação é mais eficaz do que contestar a antiga. Refazer o pedido do auxílio emergencial pode ser uma opção melhor do que contestar

Depois de ter o pedido negado, realizar uma nova solicitação é mais eficaz do que contestar a antiga.

Refazer o pedido do auxílio emergencial pode ser uma opção melhor do que contestar a recusa do benefício. Isso porque uma nova solicitação permite que os dados cadastrais sejam revistos, o que pode ser a raiz do problema.Tanto a contestação como a nova solicitação estão disponíveis no aplicativo Caixa Auxílio Emergencial para quem teve o benefício negado. A contestação, que só pode ser feita uma vez, não permite que o usuário troque os dados fornecidos, mas apenas reenvia o pedido para nova análise da Dataprev. “É preciso fazer uma nova solicitação quando houver a necessidade de corrigir informações prestadas anteriormente”, informa Tatiana Thomé, vice-presidente de governo da Caixa Econômica Federal, em entrevista coletiva. Para tornar as informações mais claras, toda vez que um pedido for negado por problemas cadastrais, gerando uma análise inconclusiva, o aplicativo irá direcionar a pessoa diretamente para a opção de nova solicitação.