Mangueira é condenada a indenizar foliona por barrá-la em desfile por ser branca

A Mangueira foi condenada a pagar uma indenização de R$ 10 mil a uma foliona que foi barrada no desfile de 2015 da agremiação por ser branca, informou o colunista do

A Mangueira foi condenada a pagar uma indenização de R$ 10 mil a uma foliona que foi barrada no desfile de 2015 da agremiação por ser branca, informou o colunista do GLOBO Ancelmo Gois. O valor foi fixado pela 22ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio como compensação pelas despesas com fantasia e hospedagem, além do desgosto da mulher, que não realizou o sonho de desfilar na Avenida.

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]