Pesquisa feita em favelas do Rio mostra como o coronavírus afeta a saúde mental

Pesquisa da rede SOS Favela!, que buscou entender quais são os impactos emocionais da Covid-19 nas comunidades do Rio. Os números revelam a predominância de sentimentos ruins, como medo, ansiedade

Pesquisa da rede SOS Favela!, que buscou entender quais são os impactos emocionais da Covid-19 nas comunidades do Rio. Os números revelam a predominância de sentimentos ruins, como medo, ansiedade e tristeza.
A pesquisa é uma parceria do grupo Viva Rio com a Academia Pérolas Negras, com respostas de 1.263 moradores de comunidades do Rio. Apesar de as entrevistas terem sido realizadas dentro de favelas, os dados desenham o que pode ser a realidade de qualquer outro endereço: 98% dos entrevistados, por exemplo, mudaram os hábitos domésticos diante da pandemia, passando a usar técnicas de meditação e a ter mais cuidados com a higiene pessoal e coletiva, entre outras coisas.

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]