Prefeitura do Rio planeja rodízio de alunos na volta às aulas

As aulas presenciais na rede municipal do Rio devem voltar com turmas menores e rodízio de alunos para evitar aglomerações, mas ainda não há uma data certa para o retorno.

As aulas presenciais na rede municipal do Rio devem voltar com turmas menores e rodízio de alunos para evitar aglomerações, mas ainda não há uma data certa para o retorno. No planejamento inicial da prefeitura, estava previsto que, a partir de julho, creches e algumas escolas voltariam a funcionar. Mas a Secretaria de Educação do município (SME) afirma que vai seguir as orientações do Conselho Nacional de Educação para reorganizar o calendário escolar. O planejamento para o retorno das aulas, que inclui a criação de um protocolo com medidas sanitárias, está sendo feito em parceria entre as secretarias municipais de Educação e Saúde, além dos conselhos de Educação, representantes de pais e sindicatos de profissionais.