Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Após um dia da operação, Alemão registra intenso movimento em busca de vacinação contra Covid-19

Por receio de tiroteio na região, moradores adiaram a vacinação contra o coronavírus

Foto: Reprodução/Clínica da Família Rodrigo Roig

Além de ir contra a decisão do Supremo Tribunal Federal, a continuidade das grandes operações policiais nas comunidades do Rio de Janeiro, durante a pandemia, aumenta drasticamente a vulnerabilidade da saúde pública dos moradores das favelas cariocas. Na última quinta-feira (22), a manhã, nos territórios do Complexo do Alemão e da Maré, foi de acentuado tiroteio e ação da Polícia Militar nas regiões. 

No Complexo do Alemão, o descaso dos agentes com a decisão da instância mais alta no poder judiciário ocasionou intenso movimento nos pontos de vacinação contra o Covid-19 nesta sexta-feira (23). Temendo o clima de vulnerabilidade social e com receio de serem vítimas de bala perdida no intenso tiroteio na região, muitos moradores adiaram o dia de receber a sua dose da vacina.

Esse fator contribuiu, consequentemente, para o aumento na busca pelas doses. Como, por exemplo, a Clínica da Família Rodrigo Y Aguilar Roig, na Estrada do Itararé, que vacinou 46 pessoas contra o Covid-19 das 7h às 10h.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]