Dona Genilda, do Complexo do Alemão, falece por Covid-19 aos 68 anos

Foto: Su Asevedo
Foto: Su Asevedo

Na última quinta-feira (7), Genilda dos Santos Silva faleceu, aos 68 anos, vítima de Covid-19. Moradora da Nova Brasília desde que nasceu, Genilda era conhecida por ser uma pessoa alegre e feliz. Ela começou a se sentir mal no dia 17/04, com falta de ar, então foi na UPA e aguardou uma transferência para algum hospital. Chegou a ir ao Hopital Getúlio Vargas, onde foi diagnosticada com pneumonia e liberada para ir para casa com a prescrição de medicamento.

Entretanto, no dia 18/04, Dona Genilda voltar a passar mal e foi levada ao Hospital Salgado Filho, recebendo o diagnóstico de Covid-19 e a informação que não tinha vaga pra internação no local. Dois dias depois, já com muita falta de ar, ela foi internada no Hospital de Bonsucesso. Genilda resistiu até a madrugada do dia 07/05, quando veio a falecer insuficiência respiratória aguda, pneumonia e Covid-19.

Confira outras notícias

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]