Favelas do Rio têm aumento de 9,75% de casos confirmados de Covid-19

Casos e óbitos de 27 favelas que o Voz acompanha não foram lançados devido à Prefeitura do Rio não atualizar a planilha de dados individuais com CEP
Imagem: Divulgação / Voz das Comunidades
Imagem: Divulgação / Voz das Comunidades

13 favelas do Rio tiveram um aumento de confirmados de Covid-19 nesta semana. Comparado aos sete dias anteriores (04/02/2021 até 11/02/2022), o número de infectados subiu 9,75%. Foram registrados 3.286 novos casos.

No entanto, 27 favelas não receberam novas informações sobre a contaminação por Covid-19 nas regiões, pois a Prefeitura do Rio não atualiza a planilha de dados individuais com CEP desde do dia 25/01/2022.  Isso impede o Voz das Comunidades de saber o número exato de casos e óbitos nesta semana.

O número de atingidos pelo coronavírus segue alto devido ao surgimento da ômicron, recente variante do coronavírus surgida no fim do ano passado continua e que continua atingindo grande parte da população.

Casos e óbitos registrados do dia 04/02/2022 até 11/02/2022 no painel Covid-19 do Voz das Comunidades

3.286 novos casos confirmados:

40 casos no Caju
51 casos no Jacarezinho
71 casos na Mangueira
77 casos em Vigário Geral
89 casos em Manguinhos
90 casos na Cidade de Deus
115 casos no Lins de Vasconcelos
120 casos em Acari
139 casos no Vidigal
269 casos na Gardênia Azul
410 casos na Rocinha
789 casos no Jacaré
875 casos no Complexo da Maré

Favelas que não tiveram os dados divulgados sobre a Covid-19 entre os dias 4/02 a 11/02

Complexo do Alemão

Morro da Babilônia/Chapéu Mangueira

Barreira do Vasco

Batan

Crácara do Céu

Bandeira 2

Fumacê

Ladeira dos Tabajaras

Mandela

Morro da Formiga

Morro da Providência

Morro do Andaraí

Morro do Borel

Morro do Salgueiro

Morro do Tuiuti

Morro dos Cabritos

Morro dos Macacos

Pavão-Pavãozinho e Cantagalo

Rio das Pedras

Santa Marta

Santo Amaro

São Carlos

Tavares Bastos

Vila Aliança

Complexo da Penha

Vila Kennedy

Vila Vintém

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]