Iniciativa oferece 60 vagas em cursos gratuitos às pessoas LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade na Maré

Promovido pela UniDiversidade Nem da Vida, os cursos ofertados vai de cabeleireiro, maquiagem, turismo, até gastronomia

Leia mais

Inércia geral da população LGBTQIA+ da periferia criar mecanismos de sobrevivência

Ideia de que ‘favela venceu’ não exprime realidade de população das comunidades

Leia mais

Conheça o Centro de Promoção da Cidadania LGBTQIA+ no Complexo da Maré

Com serviços gratuitos de atendimento psicológico, jurídico e social, o espaço é o primeiro voltado à comunidade LGBT em uma favela

Leia mais

Morador do Alemão viralizou nas redes sociais ao falar sobre sua transição de gênero

Ao completar 1 ano da transição, Bryan Oliveira postou no Twitter sobre a importância de sentir bem consigo mesmo

Leia mais

29 de janeiro: Dia da Visibilidade Trans

E você sabe o que significa a palavra TRANS e o motivo da data de hoje? O Voz das Comunidades traz três histórias de lutas e que tiveram uma grande conquista na trajetória: O registro de nascimento.

Leia mais

Representatividade LGBTQIA+ e negra no audiovisual está em filme gravado na favela

Roteirista Victor Marinho e atriz Paula Vieira contam sobre o longa, o primeiro do canal Deu M, que busca fortalecer representatividade das minorias

Leia mais

OPINIÃO | É privilégio doar sangue no Brasil?

Pessoas LGBTQIA+ sempre sofreram com o estigma de seus corpos serem lidos como sexualizados ou de forma promíscua

Leia mais

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]